Arquivo da categoria: mensagem

Mensagem de final de ano da coordenação do Mini-TLC

nascimento Jesus com Maria e José

Querido líder,
Ano novo, vida nova! Tempo de avaliar o que passou para repetir os acertos e corrigir as falhas, para perdoar e esquecer as mágoas.
É hora de recomeçar! Dois anos de coordenação se passaram, tantas coisas aconteceram e, no meio de tanta pressa, tantas coisas a fazer, parece que nunca tivemos tempo para realizar nossos sonhos e projetos, mas tudo saiu como planejado por Cristo. Como é difícil entender os desejos de Deus, mas no fundo temos a certeza que eles são os melhores para nossa vida.
Mais um ano se passou, foi tudo tão rápido! Quando olhamos para trás vemos sucessos, tristezas, alegrias, fantasias, realidades e BENÇÃOS! O peso do ano que se passou ainda está em nossos ombros, em nossas vidas e agora ficará tudo eternizado em nosso coração. Quando paro pra pensar em tudo que vivemos juntos, Deus me dá a certeza de que tudo valeu a pena, e logo bate aquele sentimento: “Não dá mais pra voltar, o barco está em alto mar!”
É tempo de parar, decretar alguns dias de paz, férias, descanso… Vamos aceitar meia hora de silêncio, contemplar a beleza de Deus através da natureza… Deixar que o silêncio grite!
Diante a tudo isso só tenho agradecer a Deus por onde chegamos… Por onde o Mini TLC de Avaré chegou… E se chegamos até aqui isso é graças a você, a sua liderança e ao sim diário que deu a Cristo. Deixo aqui o meu sincero e muito obrigado, que Nossa Senhora de Guadalupe interceda sempre junto a Deus pela sua vocação.
Boas Festas, um ótimo 2015 e um Feliz e Santo Natal!
Façamos da nossa casa uma manjedoura e do nosso coração um
pedacinho do céu!
SEMPRE MAIS ALTO!
Abraço Fraterno!
Lucas Soares – Mini TLC de Avaré
Coordenação 2013 – 2014

Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai

AJUDA-ME, SENHOR, NA MISSÃO DE SER PAI,

porque é difícil, e pesado o encargo de sustentar a família e dar-lhe o bem estar e a tranquilidade, e é quase heroísmo ser alegre com os familiares quando pesam as preocupações pessoais e os problemas da profissão.

Ajuda-me Senhor, na missão de ser pai, para que realize o diálogo com minha esposa e os filhos. Quero ser aberto para ouvir, humilde para propor, sábio para decidir e corresponsável para realizar.

Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai, para que eu saiba descobrir os valores de minha esposa e os talentos de meus filhos; e os ajude a desenvolve-los, saiba corrigir com amor, sem destruir nem humilhar.

Finalmente, ajuda-me, Senhor, na missão de pai, para que eu creia firmemente que a grandeza da paternidade, assim vivida, não termina nem com a morte, porque os seus frutos são eternos!

Amém!

Gilson Aguiar (bem, ao menos foi ele que postou no Facebook).

Como “matar” a tua igreja

Texto que conheci na Assembléia da São Benedito, no último dia 04.
Se quiser, adapte de igreja para o seu movimento/pastoral e veja se não se encaixa:

Como “matar” a tua igreja
Fonte: http://www.loreto.org.br/jan2005_igreja.asp
1. Não freqüente as atividades paroquiais com assiduidade, mas quando você for lá, procure algo para reclamar. Com certeza você sempre vai encontrar. Fique de olho. Explore isto!
2. Ao comparecer a qualquer atividade, dedique-se em encontrar falhas nos líderes. Veja se o Padre ou os dirigentes estão fazendo as coisas corretas. Se encontrar falhas fale, espalhe para os outros. Critique de verdade. Agora, quanto às coisas boas que fazem ou dizem, não comente nada, não elogie, fique na sua, em absoluto silêncio.

3. Nunca aceite missão, compromisso ou incumbência alguma; lembre-se que é mais fácil criticar do que realizar.
4. Se o Vigário, o Conselho Paroquial, ou qualquer outra liderança pedir sua opinião sobre importante assunto, responda que não tem nada a dizer e depois espalhe como deveriam ser as coisas, em sua “opinião”.

5. Não faça mais que o absolutamente necessário, nunca se coloque à disposição para nada, espere ser convidado para que você tenha prestígio diante dos outros; porém, quando o Padre e seus auxiliares estiverem trabalhando com boa vontade e interesse para que tudo corra bem, afirme que sua Igreja está sendo dirigida e dominada por um grupinho.

6. Não leia os boletins de sua Igreja; afirme que neles não há nada de interessante e que eles deveriam ser diferentes. Mas não ajude em suas confecções!

7. Se você for convidado para qualquer cargo, simplesmente seja esperto(a) e recuse. Alegue que você não tem tempo e depois critique com a seguinte afirmação “por que não fazem tal coisa assim?”

8. Quando você tiver qualquer problema de relacionamento com o Vigário, ou qualquer líder, procure vingar-se fazendo acusações mentirosas e divulgando “erros” por eles cometidos. Não será difícil pois eles, como todas as pessoas humanas, estão cheios de falhas.

9. E quando ouvir alguma fofoca, corra a espalhá-la, mesmo, que você saiba que a fonte não é confiável ou ainda, que você saiba, que o correto é ouvir os dois lados.

10. Sugira, insista e cobre a realização de cursos, palestras, encontros, reuniões, mas, quando forem realizados, não se inscreva nem compareça. Depois critique dizendo que não é feito.

11.Após tudo isso, quando tua Igreja não tiver mais reuniões, boletins, encontros, trabalhos de evangelização etc., estufe seu peito e diga: “Eu não disse que isso ia acontecer?”

Alexandre Custódio

Ser um líder cristão

Ser um líder cristão é hoje, talvez, a tarefa mais árdua e gratificante. Estar a serviço do Reino de Deus não é nada fácil, mas quem é que consegue dizer não ao chamado do Pai?
A liderança cristã muitas vezes causa algumas discordâncias, mas um verdadeiro líder faz aquilo que julga ser melhor para sua comunidade, assim como um pai, que não faz o que o filho quer, mas o que é melhor para ele.
É necessário ver o mundo como ele realmente é, para compreender as necessidades de cada um . Julgar tudo o que ele oferece, para poder discernir aquilo que realmente provém de Deus e agir, para tentar aproximar cada vez mais pessoas de Cristo.
O verdadeiro líder sabe reconhecer e utilizar as qualidades das pessoas, ajudando e amando cada um a sua maneira. Diferentemente de um chefe, o líder não manda ninguém trabalhar, ele convida para trabalhar junto, pois ama o que faz e já não consegue se afastar da missão que lhe foi dada.
Apesar de ser uma tarefa difícil, é incrível como, com o passar do tempo você vai se apaixonando pela jornada e aprendendo a ver Cristo em cada pessoa. Você se torna pai, mãe, irmão, anjo da guarda, professor e principalmente aluno, pois Deus nos ensina a cada dia uma nova lição. A magia de ser um líder cristão está nisso: enfrentar as dificuldades de braços abertos, a exemplo de Jesus, que lutou e morreu por nós sem cruzar os braços uma única vez. Afinal, ninguém disse que seria fácil, mas que valeria a pena.
Parabéns líder cristão por ter seguido o exemplo de Maria e dito seu “sim” a Deus!
Thaís Pancioni da Silva
Coord. Comunidade de Jovens “Deus Imenso”

Ser um líder cristão é hoje, talvez, a tarefa mais árdua e gratificante. Estar a serviço do Reino de Deus não é nada fácil, mas quem é que consegue dizer não ao chamado do Pai?A liderança crista muitas vezes causa algumas discordâncias, mas um verdadeiro líder faz aquilo que julga ser melhor para sua comunidade, assim como um pai, que não faz o que o filho quer, mas o que é melhor para ele.É necessário ver o mundo como ele realmente é, para compreender as necessidades de cada um . Julgar tudo o que ele oferece, para poder discernir aquilo que realmente provém de Deus e agir, para tentar aproximar cada vez mais pessoas de Cristo.O verdadeiro líder sabe reconhecer e utilizar as qualidades das pessoas, ajudando e amando cada um a sua maneira. Diferentemente de um chefe, o líder não manda ninguém trabalhar, ele convida para trabalhar junto, pois ama o que faz e já não consegue se afastar da missão que lhe foi dada.Apesar de ser uma tarefa difícil, é incrível como, com o passar do tempo você vai se apaixonando pela jornada e aprendendo a ver Cristo em cada pessoa. Você se torna pai, mãe, irmão, anjo da guarda, professor e principalmente aluno, pois Deus nos ensina a cada dia uma nova lição. A magia de ser um líder cristão está nisso: enfrentar as dificuldades de braços abertos, a exemplo de Jesus, que lutou e morreu por nós sem cruzar os braços uma única vez. Afinal, ninguém disse que seria fácil, mas que valeria a pena.Parabéns líder cristão por ter seguido o exemplo de Maria e dito seu “sim” a Deus!
Thaís Pancioni da Silva

Coord. Comunidade de Jovens “Deus Imenso”

Sempre mais alto…

À luz do lema dos telecistas é possível encontrar uma inspiração capaz de modificar o rumo de nossas vidas. Vislumbrar o futuro sem se desligar do presente fitando o olhar em um mundo melhor e lutar com o passo resoluto do soldado que caminha para a batalha, essa, talvez, seja a interpretação mais legítima do jargão.

As pessoas vivem perambulando por aí sem uma proposta de vida íntegra. Muitas vidas são levadas pela onda vazia das variadas formas de ilusões oferecidas pelo mundo. Não há sentido nem disposição de superação para muitos. A preciosa vida que Deus, em sua infinita misericórdia, nos dá, nem sempre O recompensa por tão grande amor e bondade.  Deus, apesar de soprar e nos fazer viver, fica o tempo todo velando por nossa conversão e nos dá possibilidades de mudanças para aproveitarmos nossas vidas de maneira plena e digna.

Ser cristão hoje significa enfrentar um ambiente absolutamente adverso e lutar com todas as suas forças para se manter em pé num mundo repleto de armadilhas. Os jovens, em busca de seus sonhos, se esquecem que são os responsáveis pela construção do reino de Deus e não observam o curso avassalador do poderoso processo de descristianização imposto como a nova ordem mundial. Desinteressados por essas questões e bitolados em pormenores isolados, alguns jovens ocupam seu valioso tempo com as ilusões passageiras e acabam permitindo que suas vidas escapem pelo ralo da intolerância e da miséria humana.

De outro lado, diante da gigantesca onda de relativização das coisas, existe o protesto silencioso daqueles que nutrem a esperança e a convicção de que apenas um mundo assentado nos valores cristãos pode nos trazer vida completa.

Ao nosso redor é fácil enxergar que as portas estão fechadas para o idealismo. Não é nada fácil incluir na agenda de debates do mundo o tema Jesus Cristo. Fecham-se as portas quando o assunto é dedicado à Ele. Parece haver uma arquitetada ação de desarticulação do discurso de Cristo. Em toda parte isso vem acontecendo e os jovens às vezes nem percebem. Na Europa tiraram Deus da Constituição Política, no Brasil querem deixar o país órfão, sem a padroeira Nossa Senhora Aparecida. Em nossas casas, basta ligar os canais de televisão e dar de cara com a ridicularizarão dos nossos padres que aparecem sempre com cara de bobos nas novelas. No BBB (Brasileiro Burro e Besta) nos é feito um convite para quebrarmos todos os princípios éticos, de convivência familiar e respeito ao próximo, que no jogo é somente um concorrente. Na brincadeira da casa mais vigiada do Brasil, está a manifestação odiosa contra tudo aquilo que aprendemos no altar da Santa Igreja.

O que nos resta? Coragem para enfrentar tudo isso como filhos legítimos da Luz para iluminar esse mundo de trevas. Dedicação pela Igreja, mesmo que alguém tente matar isso em você com palavras de desânimo. Humildade para nos colocarmos em nossos devidos lugares e fazermos o melhor em nossas missões. Defender a todo custo o nome Santo de Jesus Cristo e exaltá-lo em todos os ambientes. A oração não é a alavanca que move o coração de Deus? Por isso reze o tempo todo, na igreja, no trabalho, em silencio, em grupo, pelos outros e lute contra o pecado em vista da nossa condição de pecadores frágeis.

A nossa missão é das mais nobres e é o próprio Cristo quem escolhe seus verdadeiros seguidores. A capacidade de indignação com a realidade e o desejo de fazer sempre mais para melhorar o mundo é que nos movem a buscar sempre novas formas de resgatar e valorizar a vida que Deus nos deu. E Deus também nos deu uma graça que à poucos revela, a graça de pensar SEMPRE MAIS ALTO.

Marcelo José Ortega, 141