II Revivendo do TLC de Avaré

Dia 05 de maio de 2013 ocorreu, na igreja da paróquia de São José, o II Revivendo do TLC, um momento onde telecistas puderam se reencontrar e lembrar de alguns momentos do curso de TLC. O evento teve vários momentos de oração, reflexão, várias palestras sobre temas ligados ao TLC e à juventude, num ambiente alegre e descontraído.

Participantes do Revivendo

Participantes do Revivendo

Tivemos a participação de 35 líderes de Avaré, Cerqueira César, Botucatu e Lençóis Paulista, alem da presença de Geraldo Rossitto, padre Fernando e o pessoal do Cursilho, responsável pela cozinha.

TLC de Avaré celebrou os 40 anos de atuação na arquidiocese

Homenageados no evento de 40 anos do TLC

Homenageados no evento de 40 anos do TLC

Foi uma noite memorável e de muitas recordações a de segunda-feira, 12 de dezembro de 2011, no Plenário Eruce Paulucci da Câmara Municipal, aonde foi realizada a solenidade de entrega da Menção de Gratidão “Dom Zioni” pelos 40 anos de atuação do TLC de Avaré, o Treinamento de Liderança Cristã, criado em 1968 e que ganhou os quatro cantos do Brasil por iniciativa do padre norte americano Haroldo Rahm. Em Avaré o TLC foi instituído no início da década de 70.

O atual presidente do subsecretariado do TLC na cidade, Alexandre Custódio, compôs a mesa principal dos trabalhos juntamente com os demais membros: Camilo (vice-presidente), César (conselheiro), Elaine (secretária), Hiléia (tesoureira), André Camargo (coordenador do CDP), Marcelo Ortega (patrimônio), Ronaldo (esportes), Bruna (estagiária) e Joseane (caminhada). Também participou da mesa principal o prefeito Rogélio Barcheti.

Após a chamada dos homenageados da noite, entre padres, ex-presidentes e ocupantes de funções diversas, foi lida uma breve história de Nossa Senhora do Guadalupe, que tem seu dia comemorado em 12 de dezembro, e na sequência houve a introdução da imagem da santa ao Plenário.

O presidente Alexandre proferiu a saudação inicial aos presentes e houve então a leitura de um trecho da Bíblia, seguido da apresentação de um pequeno resumo da história do TLC no Brasil e na Arquidiocese de Botucatu. Antes da entrega da Menção de Gratidão a ex-presidentes do TLC de Avaré, foi lida pelo telecista Marcelo Ortega a biografia do arcebispo Dom Vicente Marchetti Zioni, maior precursor do TLC na região, e também foram lidos trechos dos três períodos do curso na cidade a partir de 1971 até os dias atuais.

Receberam Menções os ex-presidentes Irany Lamar de Oliveira e Sérgio Aparecido de Almeida o Bolota (1ª fase); Fábio Raimundo Gonçalez de Castro, José Gustavo Gomes Fidêncio e Pedro Pégoli (2ª fase) e Regiane Lourenço da Silva, Adriano Francisco Tomaz e César Augusto de Oliveira (3ª fase).

Já as funções homenageadas foram para os ocupantes dos cargos chamados de Chefe (homenageado o telecista Emílio), Secretária (Hiléia), Folclore (os irmãos Márcio e Marcelo Reis), Matraqueiros (Dona Jacy), Cozinheiros (Vanderlei Meli), Refeitório (Ísis), Equipe Externa (marcos Barba), Padres (Padre Tarcísio, Monsenhor Edmilson e Padre Ademar) e Caminheiros, esta função contou com homenagem ao saudoso telecista Jésus, que no ano que vem terá um livro lançado contando a história de um dos mais atuantes e dedicados telecistas de Avaré.

Um vídeo mostrando imagens de atividades dos 40 anos do TLC em Avaré foi exibido ao público, e na sequência o prefeito Rogélio Barcheti, na condição de telecista, falou da importância que o curso realizado por ele recentemente tem tido em sua vida familiar e profissional.

No encerramento da solenidade o presidente Alexandre apresentou ainda imagens de praticamente todas as turmas do TLC de Avaré, ao longo desses 40 anos de existência, e convidou a todos para o jantar de confraternização que foi servido no Salão Paroquial da Igreja Matriz de São Benedito.

Fonte: site da Câmara de Avaré

Padre Haroldo J. Rahm visita a região

Uma visita inesperada ocorreu durante o 258º TLC (Treinamento de Liderança Cristã) da Arquidiocese de Botucatu, coordenada pela Região Pastoral 3, de Laranjal Paulista. O Padre Jesuíta, Haroldo J. Rahm, fez uma visita surpresa às mais de 133 pessoas que estavam participando do curso, sendo 76 cursistas e 57 dirigentes, que aconteceu no último final de semana, (de 12 a 15 de setembro) na Casa Santo Inácio, no distrito de Rubião Junior.

Nascido no Texas, veio para o Brasil em 1964 e começou a trabalhar com o Cursilho de Cristandade na cidade de Campinas, chegando a ser diretor espiritual do mesmo. E em 1968, inspirado nas técnicas dos exercícios espirituais de Santo Inácio de Loyola, criou um curso voltado para a juventude, sua maior preocupação, desde que veio para o Brasil, o TLC (Treinamento de Liderança Cristã).

Graças ao auxílio de seu grande amigo, o então Arcebispo de Botucatu, Dom Vicente Marchetti Zioni, o TLC chegou à Arquidiocese de Botucatu em 21 de maio de 1971 e está ativo na região desde então, at[e o momento com 258 cursos realizados e aproximadamente 18.000 líderes treinados para dar o testemunho de Cristo.

A Região Pastoral 2, da cidade de Avaré, enviou três representantes para o 258º TLC. Jovens da Paróquia São Benedito e do Santuário São Judas Tadeu participaram e colaboraram para a evangelização de novos 76 líderes cristãos e tiveram a oportunidade de conhecer, dar um abraço e agradecer ao Padre Haroldo por ter criado um movimento cristão que mudou a vida de muitos jovens ao longo desses 45 anos.

cesar_padreharoldo

César Oliveira, fazendo o “positivão” com o fundador do TLC.

“Fiz o 158º TLC em 1998 e tive a honra de ter conhecido o Padre Haroldo naquela oportunidade, que com certeza ajudou a mudar a minha vida. Hoje, 15 anos e 100 cursos depois, tenho o prazer de revê-lo, com seus 94 anos de idade, e perceber que sua disposição em ajudar a mudar a vida dos jovens é a mesma de quando começou. É um sentimento que não dá para explicar. Estou emocionado”, conta César Oliveira, da Paróquia São Benedito.

O telecista Roner, da paróquia de São Benedito, com Padre Haroldo

O telecista Roner, da paróquia de São Benedito, com Padre Haroldo

 

Ele Não Pesa, Ele É Meu Irmão

He ain’t heavy, he’s my brother
Ele Não Pesa, Ele É Meu Irmão

The Hollies

A estrada é longa
Com muitas voltas sinuosas
Isso nos conduz a quem sabe onde
Quem sabe onde
Mas eu sou forte
Forte bastante para carregá-lo
Ele não pesa, ele é meu irmão

Assim nós vamos
O bem-estar dele é a minha preocupação
Ele não é nenhum fardo para aguentar
Nós chegaremos lá
Porque eu sei
Ele não me embaraçaria
Ele não pesa, ele é meu irmão

Se eu estou carregando tudo
Eu estou carregando com tristeza
Pois todos os corações
Não estão cheios com a alegria
Do amor de um para com o outro

É uma estrada longa, longa
Da qual não há nenhum retorno
Enquanto nós estamos a caminho de lá
Por que não dividimos?
E a carga
Não me pesa em nada
Ele não pesa, ele é meu irmão

Ele é meu irmão
Ele não pesa, ele é meu irmão

Meu ponto de vista sobre “Porque se chama MOVIMENTO MINI TLC”

Quando Cristo pregava às pessoas, Ele não se contentava em fixar morada em determinada cidade ou região, era conhecido como “O Nazareno”, mas ele estava sempre peregrinando, nunca parava. Estava sempre em constante MOVIMENTO, até mesmo quando foi pregado numa Cruz, Ele não parou de ensinar, e à beira da morte nos deixou o mais belo sinal de amor, entregando Maria por nossa Mãe.

E é isso que Ele nos pede todos os dias, que permaneçamos em movimento, anunciando ao mundo o Salvador!

Thais Pancioni – Avaré – Paróquia N.S. de Fátima

Ser padrinho de um (mini-)telecista

Se um dia você tiver a oportunidade de preencher uma ficha de cursista fique muito feliz pois ser madrinha/padrinho de alguém é maravilhoso… mas cuidado! a partir do momento que você assinar seu nome naquela ficha, aquela vida também é responsabilidade sua!
Ame,cuide de seu afilhado(a), reze por ele(a)! Elogie o que ele(a) fizer de bom e chame a atenção dele(a) se ele(a) fizer algo q não condiz com o comportamento que um verdadeiro cristão deve ter desde que você seja exemplo. Seja espelho para ele(a) para que um dia ele(a) possa ser espelho pra alguém.
E se por um acaso acontecer de em um dia que ele(a) está de saco cheio de você,ele(a) te disser pra “cuidar da sua vida pois você não é mãe/pai dele(a) e que ele(a) faz o que quiser da vida”… respire fundo! Continue amando e cuidando dele(a) mesmo que de longe,continue rezando por ele(a) mesmo que ele não saiba disso. Continue elogiando o que ele(a) fizer de bom mesmo que seja pra outras pessoas e se ele(a) fizer algo errado tente mostrar que não foi a melhor escolha dele(a) mesmo que seja por intermédio de outra pessoa.
Não queira ser madrinha ou padrinho só de título! Assim como não existe ex-pai, ex-mãe ou ex-irmão não existe ex-madrinha ou ex-padrinho por mais que talvez o seu/sua afilhado (a) queira que isso aconteça.
A vida dele(a) foi confiada a você e um dia você terá de prestar conta a Deus por ela!

SEMPRE MAIS ALTO!
Aline Neves – TLC Iaras

Um verdadeiro líder cristão

A igreja católica anda formando excelentes líderes cristãos, líderes espiritualzados, que sabem amar os irmãos, ajudar os pobres de dinheiro e de espírito, perdoar os erros e mágoas… mas tudo isso, no meio da igreja é muito fácil, pois estamos na presença viva de Deus, mas e quando saímos às ruas, quando “ninguém está nos olhando”, oq fazemos? Destratamos as pessoas, esquecemos a humildade, cuspimos no prato que comemos? NÃO!
Um verdadeiro líder cristão sabe levar a presença de Deus vivo para fora da comunidade e dos movimentos, ele leva Cristo para onde vai, para quem o encontra, e porque não levar Cristo para a vida pública da nossa cidade? Acredito que se os políticos brasileiros carregassem Jesus para todos os lados, o nosso país estaria muito diferente ne? Gostaria que refletíssemos mais antes de votar nas próximas eleições, afinal, quem os coloca lá somos nós! E para deixar bem claro, isso não é uma campanha política, pois creio que pessoas com valores cristãos autênticos não precisam utilizar a imagem de Deus para conseguir nada, pois Deus já os ungiu e os escolheu! Pensem bem.

Thaís Pancioni

Querem tirar o crucifixo da Câmara

Nada muda com a retirada de crucifixos das paredes dos prédios públicos. O que deve mudar, na verdade, são os corações das autoridades brasileiras que, insensíveis às justas causas populares, preferem cuidar de assuntos estranhos àquilo que o povo espera. O crucifixo foi, é e sempre será um símbolo religioso de resistência às injustiças provocadas por um poder que retrai, às malvadezas dos governos, às permissividades da tripartição mal engenhada que permite abusos e absurdos silenciosos. Essa onda contra os símbolos religiosos nos poderes judiciário e legislativo faz parte de um poderoso processo de descristianização da sociedade, que pretende relativizar todas as coisas, porque, dessa forma, sem a presença simbólica da mensagem bíblica, fica mais fácil praticar os atos mais covardes contra os empobrecidos. O crucifixo é o sinal da paixão, morte e ressurreição de Jesus pela humanidade. O crucifixo nunca quis desrespeitar outras religiões, mas incomoda muita gente por falar de uma verdade moral e universal em que o amor é o centro. Como símbolo religioso, enraizado na cultura popular brasileira, sua exposição em paredes públicas só faz reforçar nossa identidade.

Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai

AJUDA-ME, SENHOR, NA MISSÃO DE SER PAI,

porque é difícil, e pesado o encargo de sustentar a família e dar-lhe o bem estar e a tranquilidade, e é quase heroísmo ser alegre com os familiares quando pesam as preocupações pessoais e os problemas da profissão.

Ajuda-me Senhor, na missão de ser pai, para que realize o diálogo com minha esposa e os filhos. Quero ser aberto para ouvir, humilde para propor, sábio para decidir e corresponsável para realizar.

Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai, para que eu saiba descobrir os valores de minha esposa e os talentos de meus filhos; e os ajude a desenvolve-los, saiba corrigir com amor, sem destruir nem humilhar.

Finalmente, ajuda-me, Senhor, na missão de pai, para que eu creia firmemente que a grandeza da paternidade, assim vivida, não termina nem com a morte, porque os seus frutos são eternos!

Amém!

Gilson Aguiar (bem, ao menos foi ele que postou no Facebook).